domingo, 16 de janeiro de 2011

Um sábado low cost

Depois de ir à praça abastecer-me de coisas boas por uma fracção do preço que pagaria num supermercado (menos o alho francês, que era pequeníssimo e pagava-se à unidade), e como estava muito frio para ir dar pão aos patos, fomos à biblioteca de São Domingos, que, não tendo a sala de cinema e fantoches, nem sequer o acervo de DVDs ou livros da de Oeiras, tem uma coisa que o Gabriel não troca por nada neste mundo: baldes e baldes de lápis de cera e desenhos do Noddy para pintar.

Passámos lá uma boa hora, hora e meia - sem gastar dinheirinho nenhum - e a barriga começou a dar horas. Sim, low cost mesmo teria sido vir para casa fazer uns ovinhos, mas, caraças, era sábado, a semana foi de trabalho intenso e merecíamos um miminho. Como estamos mesmo muito enrascados de dinheiro e preferíamos um tratamento dentário a entrar num shopping para almoçar, fomos ao nosso chinês, comer com pratos e talheres a sério e uma vista excelente sobre... o bairro. Mas gostamos do bairro. A conta deu 16 euros para os três.

De buchinho cheio, aí sim, voltamos para casa para o melhor deleite de sábado - a sesta. Roonc, roooonc, e às 17h acordámos para a vida, com a barriga a dar horas. Ora, quem vai à praça traz pãozinho do bom, o que dá sempre um lanche excelente, sem precisar de ir ao café. O que fazer agora, que está frio e escuro? Ora bem, vamos para o CCB. Fui ver o programa e está lá uma exposição de banda desenhada portuguesa. Fantástico. Lá fomos nós, com o avô e os padrinhos. A mostra está muito fixe e vale bem a pena - mesmo se não valesse, é um passeio que o Gabriel gosta por si só: corredores enormes, imenso espaço, anda para ali a ver objectos estranhos e diverte-se sempre muito. Custo? O do transporte que se usa para lá chegar.



À noite, em casa, vimos um filminho giríssimo, que acabou ainda há pouco.

Foi assim o nosso sábado low-cost.

E o teu?

7 comentários:

Pekala disse...

o meu?foi ainda mais barato:)acordámos tardíssimo,não precisei de ir á praça porque um amigo com horta mandou couves,limões,nabos,louro,coentros e laranjas tudo á borla,fui só ao Lidl comprar areia para o gato e depois voltámos pra casa,dormimos até às 18h45,acordámos,brincámos,banho,jantar e cama:D

Ana C. disse...

O meu foi low cost na intenção apenas, pois queria ter ido ao concerto para crianças da Pais e Filhos no S. Jorge, gratuito e não arranjei quem me ficasse com o António.

Melissinha disse...

Se queres consolo, já não havia vaga! :) Vou tentar marcar para o último.

Melissinha disse...

Mas olha que o Toy já é capaz de curtir.

Ana C. disse...

Então agora fica o nosso Domingo Low Cost:
Almoço caseiro e saída até o Museu do Mar em Cascais: Entrada gratuita e muito mais giro do que pensava, com réplicas de golfinhos e afins que o Gabi vai adorar :)
Seguimos até à Casa das Histórias que tem ligação interna pelo jardim do museu - Entrada Gratuita e terminamos com um chá na cafetaria da Casa das Histórias, que também tem uma esplanada com espaço de sobra para os miúdos correrem.
Se começares pela Paula Rego, termina na Casa do Largo, acolhedora como sempre e bebe um Capuccino delicioso :)
A Paula Rego aconselho-te só em Fevereiro, pois agora estão entre exposições e só têm a exposição permanente da Paula Rego anos 70 (muito pequena se queres que te diga).

Melissinha disse...

VOU FAZER.

Ana C. disse...

Próximo passeio: Electrico da Praia das Maçãs / Sintra :)